Treinamento Funcional: ótima alternativa de atividade física para idosos





Atividades que estimulem a associação da força com outras capacidades físicas, entre elas agilidade, mobilidade, estabilidade e resistência, são ideais para a terceira idade. Uma das modalidades de exercícios que envolvem tudo isso é o chamado treinamento funcional.

Esse tipo de treino reduz o risco de lesões e habilita o idoso a continuar executando com facilidade suas atividades rotineiras, como subir e descer escadas, carregar objetos pesados ou brincar com crianças.

02 aulas para Personal Trainer

Elas influenciam diretamente na realização das funções diárias do indivíduo, além de alterarem a marcha, o equilíbrio postural e a autonomia funcional, o que compromete a qualidade de vida.

Segundo ele, um dos principais benefícios do treinamento funcional nesta faixa etária é a funcionalidade dos movimentos e a forma como o praticante consegue atingir alto rendimento sem correr o risco de lesões ou mesmo se submeter a dores. Isso porque o foco do treino é a repetição sistemática de movimentos úteis, para ganho de força física, em conjunto com o fortalecimento integrado dos músculos que estabilizam o tronco e o quadril – região chamada de "CORE"-, gerando uma base de equilíbrio ao movimento do corpo.

Isso possibilita ao praticante da atividade física um aprimoramento das ações motoras, viabilizando um menor desgaste e menos chances de fadiga, dor, lesão músculo e articular e, consequentemente, que ele abandone a atividade física

Exercícios personalizados facilitam execução


O tipo de exercício do treinamento funcional facilita a execução e faz muita diferença para uma pessoa idosa, que está mais propensa a sofrer acidentes em casa. É uma forma de prevenção, porque com o fortalecimento a nossa musculatura passa a responder às nossas necessidades

O funcional trabalha com metodologia em cima das capacidades biomotoras, desenvolvendo um treino dentro do objetivo pessoal.



Comente:

Nenhum comentário