Treinamento Funcional na preparação física esportiva







Treinamento funcional é puxar, empurrar, estabilizar, levantar, arremessar, correr ou saltar para fazer de seu corpo uma ferramenta que produza movimentos mais eficientes, melhorando a performance e prevenindo lesões, em um processo de aprendizado, desafio e evolução constantes. O que determina a dinâmica de tudo que é feito são os objetivos, as necessidades reais e o potencial de movimento de cada atleta ou aluno.

O treinamento funcional é para fazer de seu corpo uma ferramenta que produza movimentos mais eficientes, em um processo de aprendizado, desafio e evolução constante. O que determina a dinâmica de tudo que é feito são os objetivos, necessidade reais e o potencial de cada aluno, seja ele um atleta ou um indivíduo sedentário. Tendo como base este conceito, considera-se que o treinamento funcional é uma continuidade com boa aplicabilidade para o treinamento esportivo, inclusive para crianças e jovens, embora poucos estudos sobre o tema tenham sido feitos até o momento.

Para o esporte, o treinamento tem que ser mais elaborado por conta da necessidade de melhorar cada vez mais o desempenho. Além disso, deve-se avaliar as características do desporto, as características individuais do atleta e o nível de atividade física que esse atleta se encontra. Através disso, também consegue-se prevenir lesões e acidentes durante os treinos e nas competições.

Há necessidade de um bom planejamento para periodização e também para a escolha dos exercícios conforme o desporto e a evolução do atleta. No treinamento funcional existem oito pilares que são os elementos básicos de construção da sessão de treino e são a "caixa de ferramentas" do treinador, sendo eles: Preparação de movimento, Agilidade e velocidade, Preparo muscular, Potência, Treinamento do core, Desenvolvimento dos sistemas energéticos, Tarefas de transferência e Regeneração e prevenção de lesão.

O treinamento funcional quando aplicado para atletas condiciona o corpo para responder às intensas demandas das competições esportivas, maximizando a performance atlética. Dessa forma contribui também para aumentar o controle, o equilíbrio e a coordenação motora frente ao gesto motor do esporte.

O treinamento funcional traz vários benefícios tanto para o corpo quanto à mente, alguns deles:

  • Desenvolve e melhora a consciência sinestésica e controle corporal;
  • Diminui a incidência de lesões;
  • Promove a estabilidade articular, principalmente da coluna;
  • Melhora o desempenho atlético;
  • Aumenta a eficiência dos movimentos;
  • Melhora da lateralidade corporal;
  • Melhora da flexibilidade e propriocepção;
  • Melhora do equilíbrio estático e dinâmico;
  • Melhora da coordenação motora;
  • Melhora da força, resistência central (cardiovascular) e resistência periférica (muscular).

O treinamento funcional para atletas como parte integrante da preparação para competições pode trazer tantos benefícios quanto os métodos tradicionais. Por se tratar de um treinamento mais dinâmico e desafiador é uma alternativa menos monótona

Atualizações do blog Treinamento Funcional:
  • No Telegram
  • No Whatsapp
  • No Email

  • Dicas para profissionais
  • Treino Funcional e Cross - Passo a Passo (em vídeo)
  • Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
  • Formação em Treinamento e Preparação Física Funcional ONLINE

  • Comente:

    Nenhum comentário