Quando fazer o Treinamento Funcional?







Sabe-se que o treinamento funcional está amparado na proposta de melhoria de aspectos neurológicos que conduzem a capacidade funcional do corpo humano, empregando exercícios que estimulem os diferentes componentes do sistema nervoso, gerando, dessa forma, sua adaptação.  É muito comum encontrar alunos com rigidez, falta de mobilidade e compensações musculares. Esse é um dos objetivos que o Treinamento Funcional deve atingir. Além disso, ele utiliza os princípios do treinamento aplicado por diversas modalidades de atividade física.

O treinamento funcional busca realizar exercícios à semelhança das situações cotidianas e é direcionado a alguma modalidade específica de atividade. Quase sempre as situações cotidianas requerem o emprego de diversos grupos musculares ao mesmo tempo. O treinamento funcional procura justamente promover ações musculares em conjunto e simultâneas, proporcionando um trabalho corporal mais globalizado e completo.


No treinamento funcional não são usados aparelhos, apenas alguns acessórios e os exercícios que utilizam o peso do próprio corpo para serem realizados. À medida que a pessoa evolui, aumentam-se os desafios, complementando-os com novos acessórios como mini trampolim, bola suíça, plataformas de equilíbrio e outros.

O principal objetivo do treinamento funcional é promover um resgate da aptidão pessoal do indivíduo utilizando-se de um planejamento individualizado e personalizado, independente do seu grau de condição física e das atividades que ele desenvolva, usando exercícios que incluem atividades específicas do indivíduo e que transferem seus ganhos de forma eficaz para o seu cotidiano. Portanto, o trabalho com o treinamento funcional propõe utilizar-se de todas as capacidades físicas do indivíduo e aprimorá-las, sendo que este treinamento ocorre de forma integrada, pois o treinamento funcional vê o corpo humano de forma complexa.

Portanto, sempre que a gente quiser buscar a melhora a flexibilidade, o equilíbrio, o condicionamento muscular e cardiorrespiratório,  emagrecimento, a otimização da coordenação motora, além de aumentar a autoestima, podemos utilizar o Treinamento Funcional. Apesar desses motivos para fazer o Treinamento Funcional, esse tipo de treino comporta um risco maior de lesões, por isso, deve-se contar sempre com a supervisão de um especialista em Educação Física.

Até a próxima!


Atualizações do blog Treinamento Funcional:
  • No Telegram
  • No Whatsapp
  • No Email

  • Dicas para profissionais
  • Treino Funcional e Cross - Passo a Passo (em vídeo)
  • Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
  • Formação em Treinamento e Preparação Física Funcional ONLINE

  • Comente:

    Nenhum comentário